" /--> Moto usada ou seminova, como escolher a melhor? | ADORO MOTOS

Às vezes quando o assunto é economia, saber como escolher uma moto usada, pode ser uma boa saída, mesmo porque é bem melhor que depender do transporte público já que na maioria das vezes vem lotado, ou, pode ser um instrumento de trabalho que pode render bons lucros!

Seja qual for o motivo de escolher uma moto usada, é importante pesquisar muito para ter certeza que está fazendo um bom negócio, afinal, o mercado tem ofertas incríveis, basta sair, procurar e achar!

O melhor é não ter pressa já que existem mais ofertas que procura, por isso, deve pechinchar e negociar ao máximo, e se o preço estiver abaixo demais do mercado, desconfie também, principalmente com particulares, por isso, as revendas podem até puxar nos preços, mas tem a vantagem da garantia!

E essa garantia muitas vezes significa evitar futuros problemas, por isso mesmo, as dicas abaixo de como escolher uma moto usada, são para quem pretende comprar de particular, já que no caso da compra ser numa revenda, toda a parte mecânica, assim, como a burocrática é responsabilidade deles! Vamos conferir?

Documentação

  • Faça uma pesquisa completa através do número do Renavam. Pesquise dados do proprietário, endereço, se a moto está alienada, se existem multas a pagar, o ideal é solicitar a um despachante, mas, pode ser feito pela internet;

Sinais de Desmontagem

  • É fácil observar se há sinais de desmontagem na moto. Os parafusos e as porcas devem ser compatíveis com o estado geral da moto, ou seja, não podem ser novos, já que a moto é usada, devem ser todos iguais, caso contrário, dá para desconfiar;
  • Já na parte de baixo do motor no cárter, que é a mais próxima do solo, se tiver algumas marcas de raspadas não tem problema, mas, certifique-se que as marcas não foram de soldagem;

Pedaleira, manoplas e manetes

  • Esses componentes devem mostrar marcas de uso de acordo com o tempo de uso da motocicleta, por isso, é normal ter pequenos ralados nas extremidades, ou, na ponta dos manetes de embreagem e freio dianteiro até com leves arranhões;
  • Agora se tiver manopla muito ralada e um manete com a ponta torta, ou limada, é indicio de queda séria, assim, como as pedaleiras tortas ou com borracha raspada;
  • Inclusive se estiver com esses componentes novinhos, desconfie também;

Banco

  • O banco deve ser de preferência original e de acordo com o tempo de uso da moto, por isso, se for novo, desconfie também, pode ser indício de acidentes;

Acessórios

  • Quando encontrar uma muito com visual mais incrementado, antes de agir por impulso e comprar logo de cara, procure vistoriar os acessórios como baú, bauletos, bolsas laterais, faróis auxiliares, guidões, espelhos e manetes especiais, para ver se estão bem instalados, ou, se não foi feito instalação ou adaptação que caracterize mudança nas partes estruturais da moto, como o chassi ou o suporte do assento, por exemplo!

Aparência da Motocicleta

  • Verifique cuidadosamente o estado da moto. Não pode haver marcas como riscos fortes na marcação do chassi, na coluna da direção e no lacre da placa. Não pode ter marcas que indique qualquer tipo de adulteração;

Pintura

  • Uma pintura brilhante é sinal de um dono zeloso, mas, se parecer que foi pintada recentemente, é preciso perguntar por qual motivo, e se desconfiar da resposta, não feche negócio, mesmo porque se a moto tem 1 ou 2 anos de uso e com quilometragem baixa, a pintura tem que estar quase nova por isso, não haveria motivo para uma pintura nova;
  • No entanto, se for mais velha e com quilometragem alta, não tem como a pintura ter cara de nova!

Comandos

  • O acelerador e a embreagem não podem ser duros demais ao serem acionados. Embreagem dura significa fim de vida útil, e acelerador duro indica problemas no cabo ou algo ainda pior;

 

  • O câmbio, e os engates devem ser fáceis e “secos”, as marchas não podem escapar, senão pode ter problemas no câmbio;

Painel e sistema elétrico

  • Cheque tudo no painel e sistema elétrico como farol alto, pisca-pisca, e ao girar a chave, todas as luzes alerta precisam acender, por isso, se alguma luz não acender ou demorar para apagar, desconfie!

Mecânica

  • Esta é a parte realmente mais difícil no momento de escolher uma moto usada, e como pode sair mais cara que a encomenda, antes de “bater o martelo”, é aconselhável que vá junto com um mecânico de confiança, ou, quem sabe, aquele amigo que realmente entende do assunto! Esse item é essencial para fazer a escolha mais assertiva.

Vale lembrar que a ansiedade ou o impulso em escolher uma moto usada, muitas as vezes pode mascarar uma péssima compra, já que no momento em que estiver principalmente sozinho, a decisão depende somente de você, por isso, lembre-se que o mercado está lotado de ofertas ótimas, por isso, pesquise bastante para fazer um bom negócio!

 

Nota
Imagens meramente ilustrativas.
Os direitos autorais de todo o material apresentado neste site são propriedade da Hulk Equipamentos Automotivos Ltda ou do criador original do material, estas imagens foram coletadas de diversas fontes públicas, incluindo sites diferentes, considerando a possibilidade de estar em domínio público. Se alguém tiver qualquer objecção à exibição de qualquer imagem ou notícias, deve trazer ao nosso conhecimento através do e-mail (contato). O mesmo será removido imediatamente, após verificação do crédito. Todas as Marcas e nomes pertencem aos seus proprietários. Outros nomes e marcas podem ser de propriedade de outras empresas.
Declinamos toda e qualquer responsabilidade legal advinda da utilização das informações acessadas nos nossos sites que tem por objetivo a divulgação de informação, diversão e educação dos interessados. Medidas tomadas pelos usuários são de sua inteira responsabilidade. Reiteramos que orientamos sempre a consultar e seguir as instruções presentes no manual do proprietário do seu veículo.

Share This